Um blog do Travellerspoint

Engordando os cofres das casas de câmbio

Moeda em Espécie, VTM, Travellers Check, Cartões de Crédito... O que levar?

sunny 21 °C

Como disse que nos decidimos viajar em setembro de 2010, tivemos exato um ano para juntarmos toda a grana que levaremos para a viagem.

Não estou falando da grana deixada na Transportes Aéreos Marília referente as passagens de avião, nem a bufunfa desenbolsada para a CVC-Europamundo, porque isso já ficou lá atrás, quando fechamos o pacote e já se encontra no rol das dívidas superadas.

Aqui estamos dizendo sobre todo o dindin que iremos levar para comermos as comidinhas engomadinhas francesas, não é boeuf bourguignon?, para irmos aos museus mais visitados do mundo e dar um salve para a gloriosa Gioconda, para tomarmos vinhos, cervejas e mais cervejas e claro, comprarmos todo tipo de bujiganga diferente que aparecer em nossa frente.

Então pesquisamos sobre qual tipo de dinheiro levar...

Travellers check são cheques que são descontados em bancos lá na Europa, mas que já estão ultrapassados e quase lugar nenhum aceita, por isso, estamos fora, seria muita perda de tempo...

Em tempos de cartão de crédito não existe mais homem covarde, como diria o outro. É lógico que o American Express Green Card sem limite estava em nossos planos, afinal seria uma válvula de escape para alguma compra nossa sem ter que gastar o dinheiro que levamos. Mas dona Dilma editou uma Medida Provisória aumentando o I.O.F. para 6,38% sobre o valor da compra realizada no exterior e agravado pela taxa de conversão de 2% de euro para dólar e mais 2% de dólar para real, prudência e caldo de galinha não nos iria fazer mal. Por isso, aquela advertência das propagandas de cerveja se encaixariam melhor aqui... cartão de crédito, gileteie-o com moderação.

Por isso, a maior parte do dinheiro que levaremos será em espécie. E de pouquinho a pouquinho, trocando a taxas desde R$2,50 a R$2,31 cada euro, salvamos nossa grana. No final das contas eu e Gabriela estamos levando quase 4.000 Euros para os nossos 19 dias de passeio, isso porque resolvermos esticar nossa viagem em mais três dias em Paris... E isso dá quase 110 euros por pessoa para cada dia, quantia que passa muito aquela prevista pelos mochileiros de plantão (cerca de 50 euros/dia), mas que não chega a nos dar ao luxo de comer todos os dias nos restaurantes de Alain Ducasse.

Ah, só pra dizer que não levamos nada no VTM, fizemos um cartãozinho com 250 euros por precaução.

Mais uma etapa concluída...

Publicado por diariodeviagem 13:01 Arquivado em Brasil Tagged planejamento dinheiro

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Seja o primeiro a incluir um comentário sobre este texto.

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint